Voltar

O que fazer para nadar melhor quando tem corrente contra?

Foto: Matheus Meirelles

Olá pessoal! Hoje trago uma dica essencial para nadar contra as ondas e marolas. A braçada deve ser mais alta para evitar que a onda bata no braço e atrapalhe o nado. Alguns atletas já tem o costume de nadar com o cotovelo mais alto e mão mais baixa na piscina, porém, nessa circustância é preciso abrir o ângulo da alavanca. Ao nadar com o antebraço muito reto, raspando a mão na água, você cria mais resistência e pode forçar mais o ombro, região do trapézio, deltóide, gerando dores e desconforto.

Muitos acham que nessa situação é preciso aumentar a força para se deslocar mais rápido, mas isso só irá aumentar o desgaste do atleta. Contra a corrente, o ideal é tirar um pouco o apoio da braçada e aumentar a frequência de braçada. O trabalho de rolamento de tronco fica menos amplo. E procure sempre finalizar bem a braçada, pois é na finalização que você cria mais propulsão.